Virgílio Neto: Minha História
291
post-template-default,single,single-post,postid-291,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-18.1,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.2.0,vc_responsive

Virgílio Neto: Minha História

Sou nordestino, natural de Teresina, PI, cheguei em Brasília em março de 1982 e inicialmente enfrentei muitos desafios. Comecei a minha vida profissional como balconista em uma papelaria na qual adquiri experiência e em 2 anos abri meu primeiro negócio tornando-me empreendedor no mesmo ramo. Em menos de 10 anos abri 16 filiais no DF, gerando mais de 150 empregos diretos.

O Instituto Virgílio Neto é uma ONG sem fins lucrativos que surgiu após a recuperação milagrosa do meu filho de uma doença grave. Como forma de agradecimento, me comprometi a trabalhar no resgate e na capacitação profissional de pessoas e o instituto atendeu mais de 30 mil famílias nos últimos 25 anos. Esse resgate vai desde a alimentação de crianças, resgate de pessoas usuárias de drogas e a inclusão de famílias no mercado de trabalho através da capacitação profissional e inclusão digital.

Como gestor público, fui Subsecretário de Integração Social atuando principalmente na capacitação profissional de pessoas em situação de vulnerabilidade social. Na Fabrica Social, enfrentamos vencemos muitos desafios e em 5 meses potencializamos a capacidade de atendimento de 470 alunos para 3 mil alunos. Esse trabalho realizado comprovou que, com uma gestão eficiente, oriunda de experiências na iniciativa privada, conseguimos otimizar a utilização de recursos públicos evitando assim, os desperdícios. Além disso tudo, uma grande parte dos formandos foram inseridos no mercado de trabalho, melhorando a sua renda e a qualidade de vida das suas famílias.

Com base nessas experiências, fui incentivado a colocar o meu nome a disposição para uma candidatura a Câmara Legislativa. Eu entendo que depende da nossa capacidade de impulsionar o desenvolvimento social e econômico do Distrito Federal em diversas áreas. E para isso, para que a gente possa realizar essa tarefa, nós precisamos ter um diagnóstico das dificuldades e dos obstáculos que nós temos pela frente. E é por isso, que a nossa principal proposta é a ampliação e o aperfeiçoamento de projetos que promovam a educação socioprodutiva de pessoas em situação de vulnerabilidade social. Com isso, estimulamos o empreendedorismo gerando independência financeira e ampliando a capacidade de empregabilidade das famílias.

Eu, como gestor de empresas, estou sempre de olho no futuro e se quisermos um futuro melhor, precisamos dar atenção especial para a futura geração. E eles só entrarão de cabeça erguida na sociedade do futuro, se eles estiverem preparados com conhecimento, disciplina, ética, informação e o saber. Portanto, a educação é a prioridade das prioridades. E o meu grande desafio será levar a efeito projetos como a gestão compartilhada das escolas públicas com os pais dos alunos, a Policia Militar do DF e outras entidades civis nas comunidades mais carentes do Distrito Federal. Esse modelo de ensino tem obtido excelentes resultados em outros estados trazendo um bom grau disciplinar dos alunos, gerando atenção integral dos professores, melhorando a aprendizagem, diminuindo a evasão escolar, reduzindo o déficit idade/serie, e, como consequência, o crescimento da escola no ranking do Ideb. E um dos grandes resultados que eu pretendo com a implementação da gestão compartilhada e a redução da violência e do uso de drogas por crianças e adolescentes.

Durante todos esses anos, observamos a dificuldade das pessoas em ter acesso aos serviços básicos de atendimento ao cidadão como, cadastro único, titulo de eleitor, carteira de identidade, passe livre, certidão de nascimento, entre outros. Diante disso, pretendemos ampliar esses atendimentos utilizando as estruturas das administrações regionais. Com isso, resgatamos a cidadania, otimizamos os gastos públicos, retiramos a sobrecarga dos postos de atendimento ao cidadão e construímos uma sociedade mais justa a partir da garantia dos direitos humanos básicos.

Eu termino só dizendo para vocês que eu vim de muito longe para chegar aqui. Eu acredito que toda a minha trajetória me trouxe até esse lugar e podemos fazer muito mais! A política e um instrumento essencial para a transformação e melhoria da qualidade de vida do cidadão, mas precisamos de excelentes condutores que usarão esse instrumento por vocação e não em beneficio próprio. E como eu tenho feito nos meus últimos 25 anos, estarei sempre ao lado da população, como um facilitador desse processo de crescimento e estou esperançoso com o futuro que se aproxima e sei que juntos podemos fazer história no Distrito Federal.